Etapas do programa

 ABERTURA DAS INSCRIÇÕES

A primeira etapa do programa é a abertura das inscrições para startups de todo o Brasil! Para se concorrer e participar do SEEDES é preciso ter uma startup já em operação, com produtos e serviços disponíveis ao público. Negócios em fase de ‘ideação’ e desenvolvimento não podem participar do programa.

 SELEÇÃO DAS STARTUPS

Depois do período de inscrições, todas as startups inscritas que se enquadrarem corretamente nos requisitos do programa serão avaliadas por uma empresa de seleção. O edital de seleção para o programa, com todos os detalhes, está em fase de aprovação com os órgãos competentes, e em breve será divulgado em nossos canais de comunicação!

 DIVULGAÇÃO DO RESULTADO

Após a seleção, o resultado com até 30 empresas selecionadas será divulgado aqui pelo site e nas redes sociais do programa.

 SEIS MESES DE ACELERAÇÃO

Iniciam-se os seis meses de aceleração! Não é preciso ser capixaba ou morador permanente do Espírito Santo para participar do SEEDES. Porém, para o período de aceleração, é exigido das startups que os membros da equipe inscritos no processo permaneçam no estado durante o programa.

 REALIZAÇÃO DO DEMODAY

Ao final dos seis meses de aceleração, as startups participantes poderão apresentar seus produtos e soluções para o mercado, através de um evento envolvendo entidades governamentais, ecossistema de inovação e academia. A expectativa é de que o evento crie oportunidades de negócio para as empresas e facilite conexões.

 ENCERRAMENTO DO CICLO

Empresa aceleradora, startups e governo reúnem-se para encerrar o primeiro ciclo do SEEDES, do qual sairão muitas ideias e experiências para dar continuidade ao programa e realizar mais rodadas!

 RESULTADOS E APRENDIZADO

Encerrado o primeiro ciclo do programa, os resultados e aprendizados serão o guia para dar continuidade ao SEEDES. Números, feedbacks, relatórios e conversas entre os envolvidos apontarão o caminho a seguir.

 PREPARAR PARA NOVO CICLO

Instrumentados e com as informações do ciclo anterior, Governo do Estado e Fapes poderão criar a melhor estratégia para dar prosseguimento ao primeiro programa de aceleração de startups do Espírito Santo!